Nível hidrostático ou freático - profundidade a partir da qual aparece água (corresponde ao nível atingido pela água nos poços). Num aquífero livre o nível freático corresponderá ao limite superior do aquífero, uma vez que a água está à mesma pressão que a pressão atmosférica. Esta zona é variável de região para região e na mesma região varia ao longo do ano.

 

Zona de aeração - localiza-se entre a superfície topográfica e o nível freático. Nesta zona, os poros entre as partículas do solo ou das rochas são ocupados por gases (ar e vapor de água) e por água. A água desta zona é utilizada pelas raízes das plantas ou pode contribuir para o aumento das reservas de água subterrânea.


Zona de saturação - tem como limite superior o nível freático e como base uma camada impermeável. Nesta zona, todos os poros da rocha estão completamente preenchidos por água.
As zonas de aeração e de saturação existem num aquífero livre.

 

Zona de recarga - zona ( comum a todos os tipos de aquíferos) onde ocorre a infiltração da água, embora seja localizada de forma diferente em cada um dos aquíferos.

 

Estas são as principais zonas dos aquíferos ilustradas numa imagem que envolve tudo o que foi dito em cada tópico a cima.

publicado por vistageologica às 12:08